SAIU O REAJUSTE: 5,5% RETROATIVO A FEVEREIRO

EMGEPRON: ASSEMBLEIA APROVA ACORDO COLETIVO DE TRABALHO

Foi aprovado pela maioria dos empregados da Emgepron o acordo coletivo de trabalho que tem validade de 1º de janeiro de 2017 a 31 de dezembro de 2017. A assembléia ocorreu no dia 19 de maio na sede do sindicato, no centro, e na sub sede de Campo Grande.


O acordo foi aprovado pela maioria dos empregados da Emgepron


Pelo acordo a empresa reajustará os salários em 8% para todos os empregados. Este ano empresa pagará excepcionalmente, em única parcela, um valor indenizatório de R$ 900,00. (abono salarial)

A Empresa manterá o atual sistema de fornecimento de alimentação aos seus empregados, preparada no próprio local de trabalho. Pelo acordo a Empresa concederá aos seus empregados, por ocasião das férias regulamentares, nos dias em gozo, um Auxílio Alimentação no valor diário de R$ 16,20 (dezesseis reais e vinte centavos) para o ano de 2017.

Será pago o Auxílio Alimentação, de mesmo valor, até o limite de 15 dias, aos empregados que se afastarem por acidente de trabalho ou auxílio-doença. 

A Empresa fornecerá Cesta Alimentação aos seus empregados, no valor de R$ 150,00 a todos os empregados ativos inclusive as empregadas em gozo de licença maternidade.

Foi aprovado também o auxílio creche/auxílio babá à empregada para pagamento de despesas havidas com a guarda, vigilância e assistência de filho(a), no valor de R$ 250,00(duzentos e cinquenta reais) por filho (a) com idade de 0 (zero) até 06 (seis) anos completos, ou com necessidades especiais sem limite de idade.
Clique aqui e leia o Acordo Coletivo de Trabalho 2017


SINDAUT CONSEGUE REAJUSTE DE 5,5% RETROATIVO A FEVEREIRO

Os empregados de agentes autônomos do comércio e em empresas de assessoramento, perícias, informações e pesquisa no município do Rio de Janeiro terão os salários reajustados em 5,5% – acima da inflação do período, entre fevereiro de 2016 e janeiro de 2017. As empresas têm que fazer o pagamento retroativo a 1º de fevereiro, data base da categoria.

O Auxílio Alimentação/Refeição subiu de R$18,00 para R$ 19,50 (representando um reajuste de 8,40%) por dia efetivamente trabalhado, com a participação do trabalhador em no máximo 15%. As empresas que  concedem valor igual ou maior que R$ 19,50, deverá aplicar o reajuste de 5,5%.

Em tempos de grave crise econômica, O SINDAUT conseguiu junto ao sindicato patronal, não só repor as perdas com a inflação, mas ter um pequeno ganho real de 0,4%. A Convenção Coletiva de trabalho foi assinada dia 18 de abril de 2017. O piso 1 (Contínuos, serventes, faxineiros, auxiliares de portaria, auxiliares de serviços gerais e assemelhados) subiu de R$ 1.061,80 para R$ 1. 138,00, e o piso 2 ( Funções administrativas e demais não enquadradas no piso 1) passou de R$ 1.100,75 para R$ 1.180,00.

Quebra de caixa também foi reajustada

A Convenção Coletiva prevê ainda reajustes de benefícios como a Gratificação de Quebra de Caixa para os empregados que lidam com valores da empresa superior ao piso 1, ou seja, acima de R$ 1.138,00. Esse trabalhador terá uma gratificação mensal de R$ 179,00, substituindo o valor anterior de R$ 170,00.

Esta Convenção Coletiva de Trabalho já está em vigor e vale até janeiro de 2018.


.---------------------------------------------------------------------------------



ÚLTIMAS NOTÍCIAS

25 Maio 2017

Trabalhadores de todo Brasil foram à Capital Federal ontem (24/05) protestar contra o Gove...

23 Maio 2017

Foi aprovado pela maioria dos empregados da Emgepron o acordo coletivo de trabalho que tem...

22 Maio 2017

A proposta determina ainda que a jornada de quatro horas por dia para quem tem mais de 60...

19 Maio 2017

Assista vídeo no link abaixo e veja o que a "Reforma Trabalhista" de fato trará  para...

18 Maio 2017

Trabalhadores prestadores de serviços estarão no Distrito Federal no próximo dia 24 de mai...