Notícias

27/03/2019 - VENTO QUE VENTA LÁ, NÃO VENTA CÁ! PROPOSTA SÓ É BOA PARA MILITARES!

  • VENTO QUE VENTA LÁ, NÃO VENTA CÁ!

    Para o TRABALHADOR comum: Corte na aposentadoria, aumento de idade mínima e tempo de contribuição, fim da aposentadoria especial, perda do PIS, entre outras.

    Tudo isso em favor da REDUÇÃO ORÇAMENTÁRIA defendida pelo Ministro Paulo Guedes.

    Para o MILITARES: Aumento no salário, orçamento obrigatório por 10 anos para os militares, além de aumento das pensões.

    PIMENTA NOS OLHOS DOS OUTROS É REFRESCO

    REESTRUTURAÇÃO MILITAR AFETA DESVINCULAÇÃO DE ORÇAMENTO

    Valor Econômico - Por Fábio Graner | De Brasília

    Enquanto fala de promover uma desvinculação, desindexação e desobrigação do Orçamento, o ministro Paulo Guedes aceitou um forte aumento na rigidez orçamentária ao longo dos próximos dez anos, por causa da reestruturação das carreiras militares anunciado semana passada.

    A proposta cria R$ 86,9 bilhões de despesas ao longo de dez anos que na prática serão consideradas como obrigatórias, ou seja, não poderão ser cortadas de acordo com a conveniência do governo. Uma delas, o adicional de habilitação, que tem o maior impacto, sozinha será maior que os ganhos obtidos pelo governo com a alta de contribuição dos militares para custear as pensões.

    Leia a matéria completa no link abaixo

    https://www.valor.com.br/brasil/6183447/reestruturacao-militar-afeta-desvinculacao-de-orcamento

     

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

CLIQUE NO LINK ABAIXO E LEIA A NOVA EDIÇÃO DO JORNAL DO SINDAUT. O JORNAL DA CATEGORIA sindaut.org.br/upload/ accbaebf78ac8946768ec39f6f42bc f5.pdf LEIA NESTA EDIÇÃO Luta contra reforma da Previdência...
A medida provisória da Liberdade Econômica (MP 881/2019), que deve ser votada, nesta terça (13), na Câmara dos Deputados, retira alguns direitos dos trabalhadores, mas mesmo os que forem preservados n...
O 1º Seminário Direitos Humanos, Organização Sindical e Negociação Coletiva dia 8 de agosto no TRT teve por objetivo debater os efeitos da reforma trabalhista do governo Temer. Contou com as presenças...
O Secretário Geral da Comissão Especial de Direito Sindical da OAB-RJ, o Advogado José Agripino, que também é advogado do SINDAUT promove o 1º Seminário de Direitos Humanos, Organização Sindical e Neg...
PETROBRAS CONVIDOU SINDAUT  PARA FISCALIZAR PAGAMENTOS                        &n...